.mais sobre nós

. gigi

. luisa

.em destaque

. Lista em Português dos al...

. Sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Como fazer o delicioso Hu...

. Olá a todos!

. Asneiras

. Pequeno-almoço

. Fase 2 - Dia 6

. Início da segunda semana....

. Sintomas

. Fase 1 - Dia 1 de 15

. Molho chili de tomate - R...

. Lista em Português dos al...

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.MyBlogLog

Join My Community at MyBloglog!

.subscrever feeds

Segunda-feira, 9 de Junho de 2008

Asneiras

É inevitável fazer asneiras. Há tentações, jantares em casa de amigos e familiares, dias especiais, etc.

Seja por que razão for, sempre que faço asneiras fico um bocado arrependida no fim. No entanto, penso que é importante não esquecer que não é assim tão grave uma asneirita de vez em quando. O problema é quando são umas atrás das outras. Mas mesmo assim não é muito problemático. Temos é que nos lembrar que podemos controlar o descarrilamento voltando à fase 1 da dieta.

O importante é não pensar como uma vítima. Vocês sabem, pensamentos do género:

 

- Poça, nunca posso comer nada.

ou

- Toda a gente come o que quer menos eu.

 

Porque não é verdade. Podemos comer de tudo. Não devemos é comer certas coisas a toda a hora.

 

No fim de semana eu e o meu marido temos feito algumas asneiras. Por norma a asneira é gelado. Fazendo isso de uma maneira consciente poupamos o nosso corpo à sensação de stress em que fica por pensarmos estarmo-nos a privar de tudo. Ao mesmo tempo, controlamos os estragos porque percebemos que a fome que temos a seguir é o "açúcar a falar".

 

Para além disso não é por estas pequenas "asneiras" que o peso pára de descer. Desce de maneira lenta e saudável, como deve ser.

publicado por luisa às 15:56

link do post | comentar | favorito
|